top of page
Cópia de Banner Wix (1730 × 680 px) (1).png

Controladoria aplicada ao Setor Público

        A administração pública municipal, tem ao longo dos anos, demonstrado cenário de promoção da transparência, por meio da adoção de medidas e de técnicas de acompanhamento e de controle, agindo de forma preventiva, para minimizar falhas e evitar acontecimento de eventos que coloquem em risco o patrimônio público.

           A realização de auditorias pelo Tribunal de Contas de Santa Catarina, nos Municípios, é uma ação de extrema importância para assegurar a fidedignidade das informações nelas contidas, reforçando a transparência e o controle social das finanças dos entes. Observa-se que o TCE/SC, tem se aprimorado as auditorias ao longo dos últimos anos, inclusive com edição de Manuais de Auditoria Interna, Financeira e Operacional. Documentos que contemplam procedimentos que são observados na fiscalização dos Municípios.

Neste contexto, o Grupo Pública, organizou o Curso intensivo e presencial: Controladoria Aplicada ao Setor Público. As Auditorias nos padrões do TCE/SC e a Atuação da Controladoria. A prática dos Municípios.

         

 

  O curso é baseado nas:

  1. Normas Brasileiras de Auditoria do Setor Público, Instituto Rui Barbosa - IRB

  2. Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público, Conselho Federal de Contabilidade - CFC

  3. Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor Público, Secretaria do Tesouro Nacional - STN

  4. Manual de Auditoria Interna, Tribunal de Contas de Santa Catarina - TCE/SC

  5. Manual de Auditoria Financeira, Tribunal de Contas de Santa Catarina - TCE/SC

  6. Manual de Auditoria Operacional, Tribunal de Contas de Santa Catarina - TCE/SC

  7. Outros documentos e regulamentações.

     O principal objetivo deste evento de treinamento, é orientar tecnicamente os participantes, atuantes ou relacionados as funções de Controladoria, quanto aos procedimentos padrões definidos por regulamentos e na legislação vigente, aperfeiçoando a boa governança e dando mais eficiência e efetividade aos controles e à fiscalização.

Realização:

Grupo Pública

Dias 19 e 20 de agosto

Módulo III - A Relação da Controladoria, controle interno com a auditoria operacional macrofunções da Controladoria Interna

PLANEJAMENTO ANUAL DAS ATIVIDADES DA CONTROLADORIA

   Periodicidade, estrutura, Supervisão, Aprovação, Alteração

​SEGREGAÇÃO DE FUNÇÃO

   A segregação de funções como princípio básico do sistema de controle interno

   A segregação de função como uma ferramenta para otimizar e gerar eficiência na área pública

   Promover a separação de funções de autorização, aprovação, execução, controle e contabilização das operações

 

 

 

A EXECUÇÃO DA AUDITORIA

   A função de Auditoria na execução das atividades do controle interno

   Check list e propostas de Auditorias nos Municípios

 

TRANSPARÊNCIA E ACESSO A INFORMAÇÃO

   A atuação do controle interno no exercício do direito ao acesso à informação

   Check list e Auditoria de Transparência e Acesso a Informação

   Procedimentos para proteção das informações levando em consideração os princípios da transparência e da Lei de          Acesso à informação.

 

A AUDITORIA NA PRESTAÇÃO DE CONTAS EM PARCERIAS COM ENTIDADES – OSC, OSCIP, ASSOCIAÇÕES, CLUBES DE FUTEBOL, DENTRE OUTROS

   A participação da controladoria interna no processo de transferência de recursos a entidades, nos termos da Lei nº 13.019/2014 e IN TC 33/2024, convênios, acordos, contratos e outros.

 

FISCALIZAÇÃO

   Controle interno

   Controle externo

   Controle social

NORMATIZAÇÕES E AUDITORIAS EM SITUAÇÕES DIVERSAS

   Controle de carga horária e frequência de servidores

   Controle de horários de atendimentos de órgão públicos

   Condução e procedimento de sindicâncias e processos disciplinares

   Inventário e registro de bens públicos móveis e imoveis

   Utilização de máquinas e veículos da Prefeitura (hora-máquina, etc.)

   Controle de frotas, quilometragem da frota e despesas de combustível

   Utilização de imóveis e repartições municipais por particulares

   Ordem cronológica dos pagamentos realizados pelo Município

   Recebimento de materiais e serviços

   Dispensação de medicamentos

   Distribuição gratuita de bens e benesses sociais na execução de programas sociais (roupas, cobertores, lenha, livros, óculo e etc.).

   Autuações e diligências realizadas por fiscais de tributos

   Lançamento e cobranças da atividade municipal

   Diárias e adiantamentos

   Validade dos produtos adquiridos e controle de estoque

   Vistoria de veículos utilizados no transporte escolar

   Viagens oficiais – comprovação de destino e finalidade

Dias 05 e 06 de setembro

Módulo IV - A Execução da Auditoria Interna e Operacional Municipal / Auditoria Interna nos Padrões adotados pelo TCE/SC

PARTE I - AUDITORIA INTERNA
GERENCIAMENTO DAS ATIVIDADES DE AUDITORIA INTERNA

   Programação Anual de Auditoria Interna (PAAI)

   Periodicidade da PAAI

   Estrutura da PAAI

   Dos requisitos para os profissionais de auditoria interna

   Gestão e melhoria da qualidade

   Participação de profissionais externos

   Relatório de Atividades da Auditoria Interna (RAAI)


PLANEJAMENTO DE AUDITORIA

   Entendimento da unidade auditada

   Definição do universo de auditoria

   Avaliação da maturidade da gestão de riscos

   Seleção dos trabalhos de auditoria com base em riscos

   Planejamento dos trabalhos individuais de auditoria

   Análise preliminar ou levantamento

   Objetivos e escopo

   Definição do programa de trabalho

   Matriz de planejamento

 

PROCEDIMENTOS DE AUDITORIA

   Extensão dos procedimentos de auditoria

   Época dos procedimentos de auditoria

   Natureza dos procedimentos de auditoria

   Testes de controle

   Testes substantivos

TÉCNICAS DE AUDITORIA

   Exame

   Observação

   Reexecução

   Técnicas de Auditoria Assistidas por Computador

   Indagação

   Recálculo

   Rastreamento e vouching

   Benchmarking

   Análise documental

   Confirmação externa (circularização)

   Procedimentos analíticos (revisão analítica)

   Amostragem

   Alocação da equipe de auditoria

EXECUÇÃO DO TRABALHO DE AUDITORIA

  Coleta e análise de dados

   Comunicação com a unidade auditada

   Evidências de auditoria

   Atributos das evidências

   Fontes de informação

   Grau de persuasão das evidências

   Achados de auditoria

   Componentes de um achado de auditoria

   Requisitos de validade de um achado de auditoria

   Classificação dos achados de auditoria

   Apresentação dos achados de auditoria (matriz de achados)

   Processo de revisão dos achados de auditoria

   Manifestação da unidade auditada

   Papéis de trabalho

   Responsáveis pelos papéis de trabalho

   Classificação

   Armazenamento dos papéis de trabalho

   Política de acesso aos papéis de trabalho

   Recomendações

   Requisitos para a elaboração de recomendações

   Apresentação das recomendações

   Revisão das recomendações

   Qualidade da comunicação dos resultados

   Relatório de auditoria

   Estrutura do relatório de auditoria

   Estrutura do relatório preliminar de auditoria

   Estrutura do relatório final de auditoria

   Revisão do relatório de auditoria

   Divulgação do relatório final de auditoria

 

MONITORAMENTO DO TRABALHO DE AUDITORIA

   Monitoramento das recomendações em relatório de auditoria

   Monitoramento das notificações para providências e das notas de auditoria

   Avaliação dos benefícios gerados na adoção de recomendação

PARTE 2 - AUDITORIA OPERACIONAL

AUDITORIA OPERACIONAL

   Conceito e dimensões

   Fluxo da auditoria

   Seleção dos temas de auditoria

   Levantamento

PLANEJAMENTO

   Escopo da auditoria

   Abordagem da auditoria

   Objetivo geral ou problema de auditoria

   Atividades do Planejamento da Auditoria

EXECUÇÃO

   Achados de Auditoria

   Matriz de Achados

   Apresentação e/ou validação do resultado da auditoria

RELATÓRIO

   Orientações gerais

   Estrutura padrão do Relatório de Auditoria

PLANO DE AÇÃO

MONITORAMENTO

ROTEIRO DE AUDITORIA OPERACIONAL

MODELOS DE DOCUMENTOS UTILIZADOS PELO TCE/SC

Observações para realização do Empenho/Pagamento:

  • Realizar o empenho em nome de PUBLICA ASSESSORIA EM CONTABILIDADE E GESTÃO

  • CNPJ: 16.457.852/0001-42

  • Rua Francisco Norberto Bonher, 64 E, Jardim Itália, Chapecó, SC ​

Favor enviar cópia do empenho no E-mail: cursos@grupopublica.com.br

Para mais Informações: 

Telefone/WhatsApp: 49 3025-4323

E-mail: cursos@grupopublica.com.br

Formulário Retenções


Horários: 09h às 11h30 - 13h00 às 16h30

Local: CIAD DOWNTOWN - Centro de Inovação Acate/Deatec.Av. Getúlio Dorneles Vargas, 1183N - Centro, Chapecó - SC, 89802-002


 

Inscreva-se

Cliente Grupo Pública
Prefeitura ou Câmara?
Quais módulos gostaria de fazer?

Valor da inscrição de R$ 990,00 reias cada Módulo

Clientes GRUPO PÚBLICA sem custo de inscrição.

* Os dados preenchidos serão utilizados para a realização da lista de presença e do certificado, certifique-se que esteja preenchido corretamente antes de realizar a inscrição.

Nós prezamos pela sua privacidade. Autorizando entrarmos em contato para tratar do assuntos relacionados ao curso.

Utilização da imagem pessoal, na divulgação de fotos nos dias do evento, através de mídias sociais e relatórios de atividades.

Realizada com Sucesso, verifique seu e-Mail!

Esse formulário não aceita mais envios.

Entre em contato Via WhatsApp
bottom of page